Mulher-Maravilha de Batman vs Superman, reafirma a necessidade de super-heroínas no cinema

Gal Gadot, a atriz que rouba a cena como a Mulher-Maravilha de Batman vs Superman – A Origem da Justiça, distribuiu simpatia numa sessão de perguntas e respostas realizada ontem, no Twitter (via EW). Questionada sobre como é servir de modelo para garotas em todo o mundo, a atriz israelense não se fez de rogada e revelou toda sua felicidade, genuína.

                                                                              Gal e Diana, exemplos para a pequena Alma.

“É ótimo! Sendo mãe, é muito importante que a Mulher-Maravilha ganhe vida. Precisamos de mais mulheres”, disse Gadot, referindo-se ao universo de super-heróis — e super-heroínas. Mais do que isso, a mãe da fofa Alma Versano disse amar muito tudo que sua personagem representa: “compaixão, amor, verdade, justiça, igualdade. Ela é uma mulher e tanto!”.

Diana Prince ainda tem um outro atrativo: complexidade. Apesar de todos os seus poderes, a heroína se mantém feminina e vulnerável — tornando o desafio da atriz ainda maior e mais prazeroso. Para corresponder e ser talvez a única unanimidade positiva de Batman vs Superman, não teve segredo: “Pra mim, é super, super, super importante ir preparada para o trabalho. Eu posso parecer durona, mas sou uma nerd”, brincou a irresistível Gal Gadot.

Mulher-Maravilha, o filme solo, chega aos cinemas brasileiros no dia 23 de junho de 2017.

Responda