Universidade da Califórnia lança bolsa para jogadores de League of Legends

Uma universidade dos Estados Unidos anunciou, nessa quinta-feira (30), o lançamento de uma iniciativa para atrair os apaixonados por League of Legends para o meio acadêmico. Em parceria com a Riot Games e a iBUYPOWER, a instituição norte-americana UC Irvine oferecerá bolsas de estudos e um centro de treinamento com até 80 computadores em busca dos competidores que quiserem apostar em uma carreira universitária e profissional dentro dos video games.

A universidade, localizada em Irvine (Califórnia), será a primeira instituição pública nos Estados Unidos a lançar um programa de estudo destinado aos jogadores de eSports. O projeto prevê uma bolsa de até US$ 5,5 mil (quase R$ 20 mil) para dez estudantes de nível superior, além de um treinamento coordenado por um técnico especializado no game.

O programa também almeja construir uma arena com até 80 computadores de alto desempenho para outros competidores treinarem no intervalo dos estudos. “A UCI eSports será construída em quatro pilares: competição, entretenimento, comunidade e academia”, revelou a instituição no site oficial.

Jogadores treinam no próprio Centro de Estudantes da universidade

“Nós esperamos atrair os melhores gamers ao redor do mundo, e nosso programa acadêmico em ciências da computação, artes digitais, engenharia, antropologia, direito, medicina, neurociência e comportamento criam uma fundação forte para a pesquisa e a investigação relacionada aos games”, detalhou a empresa.

Um projeto similar já existe em outras universidades menores nos Estados Unidos, mas sem a estrutura destinada aos jogadores profissionais. Cronologicamente, a UC Irvine é a quarta universidade dos Estados Unidos a oferecer uma bolsa de estudos aos competidores de video games.

Vale a pena lembrar que os games competitivos estão muito presentes na rotina dos universitários estadunidenses. Dentro do gênero MOBA, a Riot Games e a Blizzard apostam em grandes ligas entre os estudantes, inclusive com finais transmitidas ao vivo pela ESPN.

Iniciativas similares estão aos poucos aparecendo pelo Brasil. Em São Paulo, uma liga universitária já foi anunciada em dezembro de 2015, enquanto que a Universidade de Alagoas apresentou o interesse em montar um time de estudantes para entrar nas ligas profissionais de League of Legends.

Responda