LG é condenada a pagar US$ 3,5 milhões por quebra de patente

De vez em quando, é comum ver notícias sobre multas que empresas grandes, como Samsung, Apple e muitas outras, que pagam um valor altíssimo – ou entram na Justiça para recorrer – por quebra de patente ou “cópia” de ideias rivais. Dessa vez, é a LG que está respondendo um processo por conta de tecnologia wireless, tendo que pagar US$ 3,5 milhões (R$ 13 milhões).

A ação veio de uma companhia chamada Core Wireless. Provavelmente o nome não é familiar, não é mesmo? Apesar de não estar na boca do povo, ela é dona de diversas patentes de tecnologias 2G, 3G e LTE, que estão presentes em diversos smartphones da LG, incluindo o G4. Não houve a divulgação exata do que foi infringido, mas o júri determinou que a montadora é culpada.

A punição, como foi supracitado, é de pagar alguns milhões de dólares à Core Wireless, resultado do royalty de US$ 0,10 (R$ 0,35) por unidade vendida dos celulares. O caso mais grave, no entanto, é que a companhia quer que a LG também pague essa mesma quantia para todas as unidades vendidas até o ano de 2027. Será que a punição pesada será executada?

Responda